Polí­cia

Foto: Divulgação

Em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela comarca de Augustinópolis, a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Praia Norte, município localizado no Extremo Norte do Estado, prendeu em flagrante delito, na manhã do último dia 03 do corrente mês, Francisco Marinheiro da Cruz, 42 anos de idade. Francisco é acusado de ser o autor de um incêndio criminoso ocorrido no início do mês de Março no município de Esperantina.

De acordo com o delegado Eduardo Morais ArtiagaEduardo Morais Artiaga, responsável pelo caso, Francisco teve um desentendimento com outro homem, enquanto ingeriam bebida alcoólica em um bar de Esperantina. Após o atrito inicial, o acusado deixou o bar e se dirigiu até a residência da vítima onde colocou fogo no imóvel que foi totalmente consumido pelas chamas.

De acordo com as investigações da PC, Francisco Marinheiro foi apontado como sendo o autor do incêndio criminoso e, por isso teve a prisão preventiva decretada, sendo a mesma cumprida no último dia 03. No momento do cumprimento do mandado de prisão, o acusado encontrava-se em sua residência e os policiais civis, após efetuarem uma revista no local, encontraram duas espingardas de fabricação artesanal sendo uma de calibre 22 e outra de calibre 28, além de uma grande quantidade de munição para ambas as armas.

Diante dos fatos, Francisco Marinheiro da Cruz foi autuado pelo crime de posse ilegal de arma de fogo, além de ser cumprido o mandado de prisão que havia em seu desfavor. Após os procedimentos cabíveis, o acusado foi encaminhado à unidade prisional de Augustinópolis onde permanecerá a disposição do poder judiciário.