Saúde

Foto: Divulgação

Considerando a relevância da transmissão do vírus HIV e hepatites virais tipo “B” e “C” pelo uso de objetivos contaminados como  alicates, lixas de unha, espátulas, palitos, lâminas, navalhas e agulhas, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) está mapeando salões de beleza, barbearias e tatuadores no Estado para traçar estratégias que viabilizem praticas seguras no ambiente de trabalho para prevenção aos profissionais e clientes.

A ação é realizada  em parceria com o Sindicato de Salões de Beleza – Sinbel e VISA/TO – Vigilância Sanitária. Os secretários municipais de saúde devem mapear esses estabelecimentos comerciais, e enviar a planilha para a Coordenação de DST/AIDS da Sesau.

“Juntamente com o Sinbel, estamos estudando a possibilidade de fechar parceria com bancos públicos e privados para o financiamento de autoclaves (equipamento de esterilização) para os salões de beleza que não possui” revela o gerente de prevenção DST/AIDS e Hepatites Virais, Alexandre Araripe.