Palmas

Foto: Antônio Gonçalves

Nos primeiros 100 dias de gestão da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (SEISP) da Prefeitura de Palmas, o secretário Marcílio Ávila destaca o mutirão de serviços públicos, como tapa-buracos, roçagem, recolhimento de entulhos e galhadas, patrolamento, cascalhamento de ruas não asfaltadas e pintura de meio fio. A regulairzação de quiosques também foi destacada pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Ciência e Tecnologia, Luiz Carlos Borges da Silveira.

Entre as ações realizadas destacam-se os mais quatro mil buracos que foram tapados, 750 toneladas de galhadas recolhidas. Em 580 viagens foram coletadas 1060 toneladas de entulhos e depositados no aterro sanitário.

Na parte de iluminação pública, seis mil pontos de iluminação foram revitalizados, 2.800 lâmpadas foram trocadas, assim como 1.500 reatores. Na área de roçagem, foram contabilizados 441 km² do serviço. No paisagismo, foram revitalizados 42 km² em praças e canteiros.

Ávila explica que foi realizado um estudo em todas as áreas de Palmas e, a partir disso, foram elaborados projetos para atender as demandas de limpeza e iluminação pública, tapa-buraco, jardinagem, roçagem, necropsia e aterro sanitário.

“Iniciamos a gestão com uma nova estrutura. O objetivo é fazer com que todas as ações sejam executadas de forma planejada e que todas as áreas possam receber os benefícios de forma satisfatória”, explicou Ávila.

O secretário comemorou o resultado obtido até agora, mas ressaltou que a colaboração da população é fundamental. “Os resultados já são percebidos, temos hoje uma equipe capacitada e empenhada a trabalhar. É preciso que os moradores nos ajudem na manutenção dos serviços, sobretudo em não jogarem lixo nas áreas que já foram limpas”, destacou.

Regularização de Quiosques

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Luiz Carlos Borges da Silveira, entre as ações que apresentaram resultados positivos na sua pasta destaca-se a regularização dos quiosques da capital. Para a qual foi montada uma comissão que identificou os problemas, fez o relatório e, ainda, foi criada uma minuta de projeto de Lei para regularizar a situação e tudo foi encaminhado ao Conselho Gestor.

“Foi necessário conhecer as demandas de Palmas e, através de estudos, está sendo feito projetos para solucionar os problemas nas áreas identificas. Os quiosques de Palmas estavam todos irregulares, nossas ações para que a cidades esteja toda regularizada serão contínuas”, destacou.

O secretário ressaltou, ainda, que o compromisso assumido com a polução é de proporcionar condições para o crescimento econômico de Palmas, aumentar a geração de emprego, capacitação de mão de obra, valorização do micro-empresário e proporcionar melhores condições de vida aos palmenses.

Ações desenvolvidas

Entre as ações desenvolvidas pela secretaria esteve a elaboração do plano de desenvolvimento econômico, regulamentação dos quiosques de Palmas e dos terrenos do distrito industrial de Taquaralto. Está sendo feito também o levantamento do Polo de confecções e ações para a ocupação do Rodoshop.

Quanto aos projetos em desenvolvimento, o secretário destacou a implantação da Central de Distribuição de Alimentos (CDA), Central de Inovação de Palmas (CIP), Centro de Apoio Empresarial (CAE), Sala do Empreendedor (MEI) e o Atendimento a Empresários do Polo Ecoindustrial de Palmas (PEIP). (Secom Palmas)