Polí­tica

Foto: Divulgação

Em seu discurso o presidente do Tribunal, desembargador Marco Antony Villas Boas disse que a Justiça Eleitoral tocantinense tem feito marcas históricas. Ele destacou os avanços da JE no estado, a ampliação dos cartórios eleitorais e a crescente necessidade de aprimorar as ferramentas de atendimento ao eleitor. “Palmas, nesses últimos 15 anos cresceu vertiginosamente e crescerá muito mais. A JE, em geral é uma das instituições mais acreditadas do País. A JE do Tocantins tem 92% de credibilidade da população. Temos um nome a zelar. Queremos colocar Palmas no centro das atenções do país, por isso, queremos contar com a colaboração de todos”, disse.

O juiz eleitoral Marcelo Faccioni agradeceu todos os serventuários na pessoa do chefe de cartório Adielson Gonçalves. Ele disse que, na prática, “o que estamos vendo é o avanço da tecnologia. A Justiça Eleitoral trazendo para o presente, o futuro. Nas últimas eleições ficamos em segundo na divulgação dos resultados. Ficamos atrás apenas de Florianópolis. No próximo pleito nosso eleitor terá mais ferramentas ao seu alcance”, disse.

De acordo com o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, no Brasil dois sistemas funcionam na perfeição: o sistema bancário e o sistema eleitoral. A Prefeitura de Palmas participa da biometria com 25 servidores que atuarão no atendimento ao eleitor. A parceria foi formalizada por meio de assinatura de termo de cooperação.

Autoridades

Participaram da solenidade do Cartório Eleitoral de Palmas o juiz da 29ª ZE, Marcelo Faccioni, o vice-governador João Oliveira, o presidente da Assembleia Legislativa, Sandoval Cardoso, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha. Da corte eleitoral participaram os juízes José Ribamar, João Olinto e Mauro Ribas.

Também participaram o presidente da Associação dos Magistrados do Tocantins (Asmeto), Helvécio de Brito Maia, a promotora eleitoral Ceres Gonzaga, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Tocantins, Epitácio Brandão, o promotor de justiça - chefe de gabinete, José Kasuo Otsuka, representando a procuradora geral de justiça do Ministério Público Eleitoral, Vera Nilva Alvares Rocha Lira e também o juiz de direito Luis Otávio.