Estado

Foto: Divulgação Senadora Kátia Abreu reuniu-se com o diretor geral do DNPM para tratar da permanência dos garimpeiros na região Senadora Kátia Abreu reuniu-se com o diretor geral do DNPM para tratar da permanência dos garimpeiros na região

O diretor geral do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Sérgio Damásio Souza,  encaminhou para esta quarta-feira, dia 17, uma reunião entre a direção regional do órgão e os representantes de 827 garimpeiros de Chapada da Natividade para tentar encontrar uma solução para o impasse que envolve os mineiros e a empresa Anglo, detentora dos direitos de exploração da área do município.

A reunião foi resultado de reivindicação apresentada em reunião nesta última terça-feira, 16, pela  senadora Kátia Abreu ao diretor do órgão.

A Anglo tem direito de explorar a lavra há mais de 20 anos. A situação, entretanto, deixou sem ocupação os 827 mineiros, causando problemas para o sustento de 827 famílias que  garimpavam no lugar há mais de 50 anos.

Chapada da Natividade tem uma população de 3.280 habitantes o que pode levar ao fato de praticamente a cidade depender o garimpo. “Vamos um acordo para solucionar a questão e manter os garimpeiros na área”, disse a senadora Kátia Abreu ao sair da audiência com o diretor geral do DNPM.