Campo

Foto: Divulgação

A Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Tocantins – Adapec, a Vigilância Sanitária Municipal e o Ministério Público Estadual realizaram nesta quarta-feira, 17, no município de Pium - TO, a 130 quilômetros de Palmas, uma operação conjunta de fiscalização visando o combate a comercialização de produtos de origem animal sem procedência, atendendo uma solicitação da promotora de Justiça da Comarca de Pium, Munique Teixeira Vaz.

Também por meio de uma ação do Ministério Público Estadual realizada anteriormente em Pium, denominada Força Tarefa Pró-consumidor, foram identificados e apreendidos no comércio local o leite pasteurizado da marca União, sem registro em nenhum órgão competente, o que gerou a demanda de fiscalização no laticínio por parte da Adapec nesta data.

Durante a ação no estabelecimento União, foram detectadas diversas irregularidades de ordem estrutural e de beneficiamento do produto, como por exemplo: falta de registro, pasteurização inadequada, falta de proteção das luminárias, vedação ineficiente contra insetos e roedores, inexistência das análises de plataforma quando da recepção do leite, entre outras.

A coordenadora de Inspeção Animal da Adapec, Joseanne Cademartori Lins, explicou que o estabelecimento foi notificado e orientado quanto aos procedimentos do registro, tanto no serviço de inspeção estadual ou municipal. “Devido às inúmeras inconformidades foi solicitada a imediata paralisação das atividades do laticínio, até que o mesmo proceda às adequações necessárias”.

Também foram realizadas com o auxílio da Policia Militar, duas buscas a possíveis matadouros clandestinos na região, porém, as propriedades se encontravam com as porteiras fechadas com cadeado e sem proprietários no local.

Após esta operação a equipe técnica da Adapec encaminhará ao Ministério Público relatório detalhando das inconformidades identificadas e as adequações necessárias para registro e retorno das atividades do laticínio citado, bem como, das buscas dos abates clandestinos da região.

A Adapec por meio da coordenadoria de Inspeção Animal reforça a importância deste tipo de ação no Estado, que visa a oferta de produtos com procedência e garantindo assim a saúde do consumidor. A Agência dispõe de um disque defesa onde qualquer cidadão pode denunciar a produção e comercialização de produtos de origem animal clandestinos. O número do disque defesa é 0800-631122.