Polí­tica

Foto: Divulgação

A deputada federal Nilmar Ruiz (PEN) criticou o avanço da violência no País em discurso no plenário da Câmara dos Deputados. Nilmar falou do descontrole do Poder Público frente ao avanço da violência em todos os setores. “Basta ligarmos a televisão todas as manhãs para ficarmos estarrecidos com o aumento da violência no nosso País. Violência de todos os tipos, como, por exemplo, a violência no trânsito. Temos visto motoristas, presumivelmente embriagados, atropelando bebê em carrinho”, pontuou Nilmar.

A deputada também lembrou de um passado recente para demonstrar a mudança social que o Brasil tem vivido. “Quando fui para o Estado do Tocantins, em 1992, ali não havia praticamente nenhuma ocorrência, nenhum caso de violência. Nós vivíamos com muita tranquilidade. Hoje é diferente. Basta lermos o jornal, basta andarmos nas ruas, basta conversarmos com as pessoas para constatarmos o aumento crescente da violência no nosso País”, acrescentou.

Nilmar chegou a levantar o questionamento se a aprovação da PEC 37, que tira o poder de investigação dos Ministérios Públicos, não prejudicaria o combate à violência. “Será que a PEC 37, que monopoliza a questão da investigação nas polícias, é conveniente no momento em que nós precisamos nos unir para combater a violência e em que nós precisamos nos unir para ter um amplo processo de investigação?”, perguntou.

A deputada reforçou seu compromisso de ser contrária a aprovação da PEC 37, que para ela seria um retrocesso para o país. “Quero aqui me unir ao povo brasileiro, aos deputados que estão contra a PEC 37, que entendo que seria um retrocesso para a democracia brasileira. Entendo também que a nossa sociedade hoje precisa de um amplo mecanismo de controle e de investigação para que haja mais Justiça neste nosso País”. (Assessoria de Imprensa)