Polí­tica

Foto: Divulgação

Os deputado de oposição aproveitaram a sessão itinerante em Araguatins para criticar o governo do Estado. Durante os pronunciamentos o público presente aplaudiu os deputados que fizeram discursos contra o governo. O primeiro a fazer os questionamentos na tribuna foi o deputado Manoel Queiroz (PPS) que começou falando da situação do Plansaúde . Segundo ele, os usuários não estão sendo atendidos e com isso a população está ficando prejudicada.

 Queiroz, que tem ampla base eleitoral no Bico do Papagaio disse que o governo atual não respeita o povo da região. “ O governo que não respeita o povo que votou nele, o povo de Araguatins”, frisou. Segundo ele, muitas lideranças avaliam negativamente o governo e sentem saudade da época dos ex-governadores Marcelo Miranda e Carlos Gaguim, ambos do PMDB. “ Já vi muitos companheiros dizendo que eram felizes e não sabiam. Mas o ano que vem está voltando e eles estão voltando”, frisou.

 Ele chegou a dizer que o governo não cumpre com os compromissos com o povo. “ Vinheram aqui, lançaram a pedra fundamental para construir o Hospital e acho que nem a pedra está lá mais”, afirmou. O deputado foi aplaudido pelos presentes.

 O deputado José Bonifácio (PR) fez posicionamento contundente durante a sessão  onde questionou a falta de construção de moradias. “Estradas, buracos, casas, ah como eu sonhava!  A minha esperança que estava sumindo,estava morrendo mas ela renasce aqui neste parlamento popular”, frisou o deputado relembrando das necessidades da região do Bico. O republicano chegou a afirmar que em Araguatins ele já avisou ao governador que é oposição ao governo.

 Ele elogiou o Parlamento Popular e frisou que através do projeto os deputados poderão ajudar a população a exigir que o governo faça obras. “Nós haveremos de ser neste Estado o parlamentarismo levado pelas suas mãos deputado Sandoval Cardoso”, disse.

 Mais críticas

 Em seguida Josi Nunes do PMDB também criticou o governo e falou que o Estado passa por muitas dificuldades. “ Infelizmente o que estamos observando é que está faltando gestão administrativa, competente, planejada do governo. Falta execução daqueles compromissos que foram feitos na campanha e que até agora o povo do Tocantins não viu concretizar”, disse. Ela frisou que a reforma do governo nunca terminou e não teve efeito. “ Todo dia entra um secretário”, ponderou.

 A parlamentar disse que as estradas estão precárias e que a Saúde está um caos. “Falta de estrutura física, falta de medicamentos. O nosso povo está sofrendo nas estradas, com falta de saúde, com insegurança. São muitos e muitos problemas infelizmente que estamos enfrentando”, disse.

Luana Ribeiro do PR contou que a única coisa que está sendo feita em Araguatins é a reforma do Hospital. “Recordo que o compromisso feito foi de um novo hospital com 100 leitos. A cidade merece uma atenção maior”, disse. “Eu não pude ver nenhuma obra concreta do governo nesta cidade, é por isso que é preciso nossa vinda nos municípios para vermos o que está acontecendo”, frisou. Aplaudida, a deputada frisou que o governador sempre foi agraciado nas urnas na cidade mas que não está cumprindo os compromissos com o povo.

Do PT, José Roberto Forzani frisou que o governo não tem nada para mostrar. “ Podemos ficar aqui e citar várias coisas que não fizeram”, disse. Ele afirmou que o governo não está cuidando das estradas que dão acesso para os assentamentos da região.

O parlamentar criticou ainda a extinção da pasta da Cultura. “Vamos cotar contrário a extinção. Isso demonstra a falta de planejamento, a falta de compromisso”, disse. O parlamentar frisou que o governo não dura mais dois anos.

O líder do governo, Carlão da Saneatins (PSDB) saiu na defesa do governo diante de tantos questionamentos. Ele disse que as obras que estão paralisadas foram em razão de irregularidades nos contratos.