Polí­tica

Foto: Divulgação

Cerca de quatro mil famílias deverão se beneficiadas diretamente com a ação CNA – Senar em movimento que a senadora Kátia Abreu coordenará na região do Bico do Papagaio nos próximos dias 5 e  6 de maio. Centralizado em Araguatins (na Escola Estadual Leônidas Duarte) o programa pretende atingir toda a população carente dos 25 municípios que formam a região do Bico do Papagaio. Segundo a senadora Kátia Abreu, a prioridade é atender, especialmente, as famílias de assentados da reforma agrária e produtores localizados nas faixas de renda das classes D e E. Dentre outras ações, o programa investirá recursos da ordem de R$ 10 milhões, em parceria com o Sebrae Nacional/Tocantins e Ruraltins, na assistência técnica a pequenos produtores rurais da região.

“O foco é possibilitar o negócio certo a esses produtores, diz a senadora e presidente da CNA. Para ela, na sequência, viabilizar a produção em larga escala daquilo que for produzido no negócio certo. Segundo Kátia Abreu, a capacitação dos pequenos produtores rurais e assentados é fundamental para a transformação social do Bico. Ela ilustra com pesquisas nacionais que indicam que 80% dos insumos tecnológicos da agricultura são utilizados apenas nas classes A,B e C. “Nas classes D e E, mais necessitadas, apenas 11% têm acesso a estes insumos tecnológicos que proporcionam produção em larga escala”, salienta a parlamentar, ressaltando a preocupação com a situação do Bico onde nos 25 municípios residem cerca de 198 mil pessoas e possuem um dos menores IDHs do Estado.

Além da preocupação com o sócio-econômico da região, a programação em Araguatins tratará do Programa Minha Casa Minha Vida Rural, coordenado no Estado também pela presidente do Senar, senadora Kátia Abreu. No Bico do Papagaio,  em 25 municípios, o déficit habitacional  imediato (Incremento Atual Absoluto)  é de 16.170 moradias (31,45%). Este número somado ao índice de 54,37%  (27.950) das residências com Inadequação e Necessidade de Melhoria, em números absolutos (casas de taipa, cobertura de palha), resulta em 44.120 o déficit real de moradias dignas naquela região de alto índice de pobreza, como comprova o IDH daqueles municípios.

Outra questão a ser tratada na programação da próxima segunda-feira, dia 6, em Araguatins, diz respeito à saúde. Uma unidade móvel fará exames de prevenção de câncer de colo de útero e de mama nas mulheres. Outra unidade fará exames de prevenção de câncer de próstata nos homens. Além disso, o Senar fará cursos de extensão rural para assentados, 500 pessoas serão atendidas pelo programa Minha Casa Minha Vida e outras 200 com cursos do Pronatec Rural.  Para divertir os participantes, a programação prevê, ainda,  arte e cultura com apresentações musicais, teatrais e projeção de filmes do Ciranda da Cultura. (Asessoria de Imprensa)