Campo

 Durante a inauguração da sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Araguaína, realizada nesta sexta-feira, 3, o Governo do Tocantins assinou com o Instituto o termo de cooperação técnica para a construção de sistemas de saneamento em assentamentos de todo o Tocantins. O documento foi assinado pelo Vice-Governador do Estado, João Oliveira, e pelo presidente nacional do Incra, Carlos Guedes. 

 Termo semelhante já foi firmado com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e complementará as ações do Programa Tocantins sem Sede e beneficiará milhares de famílias que vivem em terras destinadas à reforma agrária. Para João Oliveira, que representou o governador Siqueira Campos na solenidade em Araguaína, as parcerias são fundamentais. “Estamos assinando estes protocolos de intenção e o termo de compromisso, que é a Bolsa Verde, que vai levar água para todos os assentamentos. Não há necessidade maior do que valorizar o homem do campo, as pessoas que sofrem, que passam necessidades”, disse Oliveira.

 O presidente da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS), Edmundo Galdino, explicou que a assinatura do termo com o Incra, juntamente com o acordo junto ao MDA, irá beneficiar praticamente todos os assentamentos do Estado. “Isso vai permitir a unilateralização dos sistemas de saneamento e vai beneficiar quase todos os assentamentos no Tocantins”, celebrou.

 O presidente destacou que este é um projeto à parte, mas que vai ao encontro das necessidades do povo, atendidas a partir do Tocantins sem Sede. “É um programa à parte, mas vai complementar as ações do nosso Programa Estadual”, completou.

 O termo firmado com o Ministério do Desenvolvimento Agrário, segundo Galdino, já está em fase final de licitação e deverá, em breve, começar a render frutos nos assentamentos do Tocantins. O presidente ainda ressaltou que, a partir da assinatura do compromisso com o Incra, o processo licitatório deverá ser implementado. “A nossa expectativa é que já no final de maio iniciemos a licitação”, disse.

 Tocantins sem Sede

O Tocantins sem Sede é um programa do Governo do Estado que irá beneficiar diretamente 27 municípios da Região Sudeste tocantinense com a construção de barragens e cisternas para combater a falta de água no período de estiagem.  Além disso, outros municípios que também enfrentam problemas com o período de longa estiagem serão beneficiados. Ao todo, 49 municípios tocantinenses receberão as ações do Tocantins Sem Sede.

 Para João Oliveira, o Tocantins Sem Sede é um programa muito importante que, somado a outros programas e ações da administração estadual, mostram a preocupação desta gestão em cuidar das pessoas. O vice-governador esteve em Araguaína acompanhado do ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas. Prefeitos e secretários de Estado também estiveram presentes, entre outras autoridades locais.