Palmas

Foto: Divulgação

Denúncias da população sobre alimentos que estão produzindo intoxicação alimentar, geraram em dois dias a interdição parcial de 15 quiosques e barracas da Praia das Arnos e outros dois quiosques no Centro de Palmas. Apenas um dos quiosques fiscalizados na Praia das Arnos foi encontrado em condições adequadas para produção de alimentos. Os demais fiscalizados estão proibidos de manipular alimentos.

Fiscais da Vigilância Sanitária (Visa) de Palmas estiveram nesta quinta e sexta-feira, 9 e 10 de maio, na praia e encontraram muitos pontos fechados. Em seguida, seguiram para a Avenida JK para fiscalizar quiosques que estariam exercendo atividade imprópria para o tipo de estabelecimento. 

Dois quiosques acabaram com parte da cozinha interditada, por estarem produzindo refeições. Ambos estão autorizados a produzir apenas lanches. O inspetor sanitário, Fábio Hundertmarck, explicou que a estrutura dos quiosques inviabiliza a produção de refeições e está em desacordo com a legislação municipal, que prevê nesses estabelecimentos a permissão de produção exclusiva de lanches rápidos.

Adequações

Entre os problemas identificados nos quiosques vistoriados pela Visa estão no risco de contaminação encontrado nos locais, que, além da atividade comercial, servem de moradia para muitos dos responsáveis, explica o gerente da Visa, Glauco Armudi.

Os estabelecimentos parcialmente interditados terão, prazo mínimo de sete dias, de acordo o tipo de irregularidade encontrada, para realizar limpeza e adequações exigidas pela fiscalização para retornar por completo suas atividades.

Denúncias

Segundo a coordenadora da Divisão de Doenças Transmissíveis da Secretaria Municipal da Saúde (Semus), Socorro Sarmento, náuseas, vômitos e tontura são alguns dos sintomas mais frequentes em surtos alimentares e que precisam ser investigados. Nesse caso, a orientação de Socorro é procurar sua Unidade de Saúde de referência ou as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e não se automedicar.

A população pode denunciar pontos de comércio e fabricação de alimentos pelo telefone 0800-030-1515, que serão encaminhados à Visa.