Turismo & Lazer

Foto: Márcio Vieira O Museu Histórico do Tocantins, no Palacinho, deverá ser reinaugurado neste mês de maio O Museu Histórico do Tocantins, no Palacinho, deverá ser reinaugurado neste mês de maio

Interessante roteiro turístico do Tocantins, os museus são fonte de cultura, conhecimento e entretenimento para visitantes e moradores de todo o Estado. Ao todo, são 13 museus espalhados pela capital e pelo interior, com temáticas diversificadas, abrangendo desde fatos históricos até a fauna e a flora tocantinense. Além disso, estes centros culturais no Estado seguem a tendência do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), da museologia social.

Com quatro museus, Palmas é a cidade tocantinense com a maior concentração de locais que abrigam a história do Estado. Destes, a assessora executiva de Museus da Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc), Suane Oliveira, frisou que o Memorial Coluna Prestes, desde 2011, já recebeu cerca de 11 mil visitantes interessados na história de sua famosa Coluna, que passou pela região onde hoje é o Tocantins. Outro destaque é para o Museu dos Povos Indígenas, em Formoso do Araguaia, que foi contemplado pelo edital Mais Museus, em 2008. Neste, estão expostas obras das etnias indígenas Javaé e Karajá. Ainda no setor da preservação da cultura indígena no Tocantins, já está em fase de implantação o WÊKU – Museu Vivo do Povo Krahô, que representará a arte e os costumes desse povo.

Com exceção do Museu Histórico do Estado (Palacinho), que passa por reformas e deve ser reinaugurado ainda neste mês, todos os demais estão em funcionamento integral, ou parcial, conforme a assessora. Historicamente, o Palacinho assumiu grande importância para o Tocantins por ter sido a primeira sede do Governo do Estado, em Palmas. De lá saíram sanções às primeiras Leis tocantinenses, no período da separação do norte goiano, em 1988.

Apesar da pouca idade, o Tocantins acumula séculos de história em suas cidades mais antigas e tradicionais. Em Natividade, o Museu Histórico do município apresenta itens como objetos e painéis textuais que remetem ao período da exploração de ouro na região. Em Porto Nacional, a história e a cultura do município estão resguardados no Museu Histórico, que foi inaugurado ainda em 2008. No mesmo município, na sede da Fundação Universidade do Tocantins (Unitins), está instalado o Museu de Zoologia, com um acervo que envolve espécies raras ou extintas de aves, répteis, moluscos e artrópodes do cerrado tocantinense.

Museologia Social

Tendência do setor no Brasil, a Museologia Social é uma política adotada pelo Instituto Brasileiro de Museus e que tem por iniciativa integrar os museus brasileiros à sociedade, através de projetos e parcerias com escolas e comunidades. “Esta é uma museologia voltada para a sociedade. Desde a construção até a programação dos museus, tem a participação da sociedade”, disse a assessora da Seduc.

No Estado, todos os museus seguem esta política nacional, conforme Suane, que explicou, ainda, que em diversos municípios os centros firmaram parceria com escolas para implementar a preservação da cultura local. “Em Natividade, por exemplo, a visitação aos museus faz parte da atividade constante das escolas”, comentou.

Semana Nacional dos Museus

Comemorado em 18 de maio, o Dia Internacional dos Museus é celebrado durante a semana que o antecede, em todo o Brasil. No Tocantins, as atividades da Semana serão realizadas nos museus em Aparecida do Rio Negro, Palmas e Porto Nacional. Para participar das oficinas, palestras e mostras de cinema, que são gratuitas, os interessados devem se inscrever na Seduc, pelo telefone, ou nos locais. (ATN)