Polí­tica

Foto: Divulgação

O Tribunal Superior Eleitoral concedeu liminar que suspende o acórdão do Tribunal Regional Eleitoral que confirma a cassação do mandato do deputado estadual Raimundo Palito (PEN). Na semana passada a Assembleia Legislativa chegou a ser comunicada oficialmente da decisão do TRE para que pudesse efetivar o 1º suplente da coligação PP /PDT /PMDB /PPS /PSB, Jorge Frederico (PSD).

O parlamentar permanece no cargo até o julgamento do recurso Extraordinário no TSE mas atualmente está licenciado e comanda a Secretaria Extraordinária para Assuntos Legislativos.

Palito foi alvo de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) que constatou suposto abuso dos poderes político e econômico, cassou o diploma do parlamentar e declarou a sua inelegibilidade pelo prazo de oito anos, a contar das eleições de 2010.

A mesma ação também condenou os ex-governadores Carlos Gaguim e Marcelo Miranda também por realizarem reuniões políticas com servidores da empresa Litucera Limpeza e Engenharia Ltda inclusive fornecendo benefícios como alimentação. Marcelo e Gaguim ficaram inelegíveis até 2018 mas também recorreram da decisão.