Polí­tica

Foto: Divulgação

O PCdoB metropolitano realizou no último sábado, 18 de maio, em Palmas/TO, plenária com mobilização de filiações na capital. O evento aconteceu na Câmara Municipal, com a presença da Bartira Lima, integrante da direção nacional do PCdoB, da presidenta do PCdoB Estadual, Fatima Dourado, do presidente Comitê Metropolitano, Milton Rocha, do Secretário Municipal de Saúde Walter Balestra, a plenária contou também com a participação de diversas lideranças dos movimentos populares, dentre eles o presidente da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) no Tocantins, Antonildo Alexandre de Medeiros e diversos filiados e militantes do partido.

Com a plenária, o Partido deu a largada em Palmas rumo ao seu 13º Congresso e Conferências que serão realizadas ainda neste ano de 2013, seguindo as diretivas do seu Comitê Central, com a consigna de "manter a base unida, mobilizar a Nação para avançar no desenvolvimento e democracia".

Para Bartira Lima, no plano da construção da vida partidária, "o Congresso Nacional deve representar um movimento vigoroso para reforçar o espírito militante consciente, combativo, unido e organizado do partido".

No Tocantins, segundo os dirigentes, o PCdoB está comprometido com a construção de um projeto político e de governo popular para 2014 e já iniciou o debate sobre as eleições, com metas de filiações e apresentação de quadros para concorrer nas eleições do ano que vem aos diversos cargos políticos da estrutura do Estado, ou seja, candidatos/as a deputados estadual e federal, senador e governador do Estado.

De acordo com Fatima Dourado, "o Estado do Tocantins passa por um momento complicado, com o governo estadual paralisado e que não investe em políticas públicas sociais. Outro agravante está relacionada às principais forças hegemônicas, que encontram-se em crise, alguns com seus direitos políticos cassados e outros na eminência de perder seus mandatos, a exemplo do governador Siqueira Campos", frisou.

Durante o evento foram realizadas dezenas de filiações de representantes de movimentos sociais, comunitários e sindicais. Conforme Milton Rocha o momento foi muito importante para fortalecer o PCdoB na capital, “o partido possui a meta de filiar em Palmas mil lideranças até o final de 2013", salientou.