Palmas

O Sindicato dos Servidores Municipais – Sisemp questionou ao Conexão Tocantins nesta sexta-feira, 31, a oficialização dos 3,5% de aumento para os servidores da Saúde e do Quadro Geral da Prefeitura acordados entre a administração e a entidade. Conforme o Sindicato os 3,5% não foram contemplados na Medida provisória publicada no dia 28 deste mês no Diário Oficial.

“Embora o Município tenha informado, em 27/05/2013, que o aumento para os servidores da saúde e do Quadro Geral  também seria de 10%, a exemplo do que ocorreu com a Educação, entretanto, dividindo-se o percentual em duas parcelas (6,5% em maio/2013 e 3,5% em Janeiro/2014), tem-se que esta proposta não foi contemplada na Medida Provisória n.º 07 de 28 de maio de 2013 que estabelece apenas o percentual de 6,5%”, questionou o Sisemp.

Segundo a prefeitura informou ao Conexão Tocantins a proposta dos 3,5% ainda será encaminhada para análise e aprovação da Câmara de Palmas assim como a Equiparação do salário de nível fundamental com o estabelecido pelo governo federal.

Mas o Sindicato divulgou que espera a oficialização da proposta.  “Que a Prefeitura de Palmas faça a publicação em Diário Oficial de medida legislativa que confirme o que foi anunciado e divulgado na imprensa”, cobrou.

Por: Redação

Tags: Prefeitura de Palmas, Sisemp