Estado

Foto: Divulgação

A nova diretoria do Sindicato dos Engenheiros, Arquitetos e Geólogos no Estado do Tocantins (Seageto) tomou posse, no final da tarde desta última segunda-feira, 10, na sede do sindicato. No período da noite, a diretoria, convidados  e representantes da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) participaram da cerimonia festiva do ato, em um restaurante, em Palmas.  

Na ocasião o ex-presidente do Seageto, João Alberto Rodrigues Aragão, que deixa o cargo, após três mandatos seguidos, admitiu não ter sido fácil ficar a frente do sindicato todo esse período, cerca de nove anos, justificando que foi necessário, em função do trabalho que era preciso ser realizado, principalmente as questões relacionadas a valorização profissional. “Participamos de discussões com o Governo do Estado, com a iniciativa privada para implantação de cargos e carreiras, em busca do cumprimento da lei 4950A e todos esses anos trabalhamos para deixar o sindicato melhor que o meu antecessor, que também trabalhou para deixar o Seageto melhor e assim será sucessivamente. Desejo ao colega Ciro, sucesso e que ele faça um bom trabalho”, manifestou.

Alberto, também agradeceu aos colegas da diretoria e todos os profissionais que colaboram com sindicato durante sua gestão, expressando sua gratidão pelo presidente da FNE, Murilo Campos Pinheiro, que tanto contribuiu para o desenvolvimento das atividades do Seageto. “Nosso muito obrigado Murilo pelo apoio, que nos proporcionou grandes conquistas. Sem a colaboração da FNE seria mais difícil, espero que esse apoio tão importante permaneça na gestão do Ciro”, cobrou.

 O presidente da FNE, Murilo Campos Pinheiro, que veio para o evento de posse, parabenizou o ex-presidente pelo trabalho e disse que a nova diretoria pode continuar contando com o apoio da Federação. Ele destacou que o Brasil está crescendo e tem muito ainda a se desenvolver, lembrando que o papel das entidades que representam os profissionais da engenharia são importantes nesse processo. “Temos muitas batalhas pela frente. Por isso presidente Ciro, vamos unir nossas forças para enfrentarmos os obstáculos que podem surgir. A FNE está à disposição do sindicato e pode contar com a gente no que for preciso, sucesso presidente”, apoiou.

Ao final, o presidente Antônio Ciro Bovo, agradeceu as manifestações de apoio e disse que uma das suas prioridades, é agregar o maior número de profissionais, tanto da engenharia como da arquitetura, ao sindicato. Ele admitiu que as gestões que o antecederam trabalharam muito, mas enfatizou ser preciso criar estratégia para atrair mais profissionais para o sindicato. “Os profissionais precisam entender que juntos somos mais fortes para atuar na defesa dos interesses da categoria. Não podemos ficar alheios às condições de trabalho que são submetidos os profissionais, com a oferta de salário de até R$ 2.000,00, um descumprimento a lei 4950A, que regulamenta o piso salarial, não podemos admitir essa situação”, defendeu.

Outro compromisso do novo presidente é expandir a atuação do sindicato na área social, desenvolvendo atividades de interesse da categoria, a exemplo da realização de eventos de aperfeiçoamento técnico e cultural para os profissionais da engenharia.

A eleição do Seageto ocorreu no dia 21 de maio, na sede do sindicato.

Perfil: 

Antônio Ciro Bovo, é engenheiro de operação, de segurança do trabalho e advogado trabalhista. Já fazia parte da diretoria executiva do sindicato. Foi presidente do Instituto Araguaia Tocantins de Estudos dos Cerrados (IATEC). Também foi presidente executivo da Cooperativa dos Engenheiros.