Economia

Foto: Divulgação

A Biotins – Companhia Produtiva de Biodiesel do Tocantins, localizada em Paraíso do Tocantins, a 60 km de Palmas, fechou recentemente negociação com a Petrobras, através de leilão, que comercializou 1,5 milhão de litros do produto. O biodiesel deve ser entregue entre 1º de julho e 31 de agosto deste ano, gerando à Biotins cerca de R$ 3,5 milhões.  

Segundo o diretor Industrial da Biotins, Hugo Dominiquini, a nova negociação vai possibilitar a geração de 500 empregos no município, dentre diretos e indiretos. A empresa vai movimentar a economia local, a partir da compra de sebo bovino e de soja em grãos no Tocantins. Já o óleo de soja é adquirido em municípios do Oeste da Bahia e Goiás. 

Santana contou ainda que em julho deve ocorrer um novo leilão e que, se os preços permanecerem atrativos, a companhia deve disputar para novamente ser a fornecedora do produto para a Petrobrás. 

Atividades

A empresa volta ao funcionamento após seis meses. O objetivo foi aguardar preços atrativos para a revenda do produto à Petrobras, como explicou o diretor Agrícola da empresa, Nilton Cesar Siqueira Santana. “A Petrobras é a única que adquire biodiesel, mas quando o preço não está interessante, preferimos ficar parados a operar e ter prejuízos”, destacou. 

Empresa

A Biotins foi inaugurada em novembro de 2007, com investimentos de R$ 7 milhões e com capacidade de produzir até 40 milhões de litros anuais de biodiesel. 

Biodiesel

É um combustível renovável e biodegradável, obtido comumente a partir da reação química de lipídios, óleos ou gorduras, de origem animal (por exemplo sebo) ou vegetal, com um álcool na presença de um catalisador (reação conhecida como transesterificação). Pode ser obtido também pelos processos de craqueamento e esterificação. (Ascom Seagro)