Polí­tica

Foto: Divulgação

Neste ultimo domingo, 23, a direção estadual do Partido dos Trabalhadores finalizou em Figueirópolis uma das etapas do ciclo de debates junto aos diretórios municipais do partido, que acontece até o dia 8 de agosto, para mobilizar os filiados a participarem do Processo de Eleições Diretas do PT (PED) 2013. Neste ultimo final de semana, dirigentes estaduais e parlamentares, percorreram os municípios que compõe a macrorregional sul do partido, entre eles, Dueré, Gurupi, Peixe, Formoso, Sandolândia, Araguaçu, Talismã e Alvorada.

O presidente estadual do PT, Donizeti Nogueira, ressaltou aos filiados da região sul do Tocantins a importância de participarem das atividades partidárias, um dos critérios para que os petistas estejam aptos a votar no PED 2013, “o PT é o único partido em que os dirigentes municipais, estaduais e nacionais são eleitos por meio do voto direto pela militância, e, portanto, momento fundamental na prática da democracia interna e formação dos militantes”, apontou Nogueira.

Durante o ciclo de debates o secretário municipal de Saúde de Palmas, Nicolau Esteves, agradeceu a receptividade dos dirigentes e militantes do partido, e destacou que o PT está trabalhando na formação de um novo projeto de desenvolvimento político, econômico e social para o Tocantins, construído por meio do diálogo com a população do Estado e comprometido com a melhoria de serviços básicos como saúde, educação, transporte, fortalecimento da agricultura familiar e do turismo através de uma gestão eficiente, transparente e democrática.

Para o coordenador da macrorregional sul do PT e presidente da Câmara Municipal de Gurupi, vereador professor Cabo Carlos, o saldo das atividades foi positivo, pois, contribuíram para a mobilização dos filiados a participarem do PED 2013 e “evidenciou a necessidade que a região sul do Estado tenha representantes comprometidos de fato em promover o desenvolvimento local na Assembleia Legislativa”, avalia o Vereador.

Governo Ineficiente

O deputado estadual petista, José Roberto Forzani, avaliou a atual gestão do Governo do Estado como incapaz de implementar as políticas públicas necessárias para o desenvolvimento econômico e social do Tocantins “O Incra conseguiu cerca de 19 milhões para a recuperação de estradas fundamentais ao escoamento da produção da agricultura familiar, e mesmo com a liberação da primeira parcela que soma cerca de 6 milhões estar na conta do Governo Estadual a mais de um ano, até o momento nenhum centavo deste recurso foi aplicado”, cobra Forzani, que representa os agricultores familiares na Assembleia Legislativa e conclui “a gestão está paralisada” disse o deputado. (Com informações da Ascom)