Palmas

Foto: Divulgação

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha, se reuniu no final tarde de ontem com o diretor de Relações Institucionais da Investco, PG Meirelles, para apresentar projetos de uso do lago para finalidades esportivas, especialmente a canoagem.

O presidente da Fundação Municipal do Esporte e Lazer, Cleyton Alen, também participou da reunião e apresentou o projeto da Raia Olímpica de Canoagem, que deve se transformar em referência para a modalidade em nível mundial.

“Tivemos recentemente o Brasileiro de Canoagem na praia da Graciosa e o que mais ouvimos de todos os atletas que participaram é como o clima e as condições do lago, são favoráveis, não só à canoagem, mas a outros esportes aquáticos. Se tivermos um local desse nível, Palmas estará na rota da canoagem mundial”, garantiu.

Carlos Amastha garantiu que a raia olímpica é uma das prioridades no que se refere ao esporte e reiterou o seu compromisso em executar o projeto. “É simples e vai render um grande retorno para a cidade. Muitos atletas poderão utilizar, muita coisa vai acontecer. Vamos nos tornar referência”, afirmou.

O empresário PG Meirelles garantiu a parceria que deve ser oficializada em breve, e a equipe da Investco foi convidada a visitar o gabinete II na Diretoria de Meio Ambiente. Em contrapartida, o prefeito e o presidente da Fundesportes foram convidados a fazer um passeio pela usina e conhecer as instalações da Investco na barragem.

Turismo

Além do uso para fins esportivos, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, conversou sobre a possibilidade da exploração turística da Usina Hidrelétrica Luiz Eduardo Magalhães. Citando a Usina de Itaipu como referência, o prefeito apresentou algumas ideias que podem ser executadas pela empresa, a fim de tornar a usina um dos pontos turísticos da região.

“Vamos firmar essa parceria para divulgação. Queremos que o nosso turista conheça a nossa usina e que ela se torne mais um ponto turístico, para que quem vier a Palmas, saiba, se interesse e visite”, pontuou.

Atualmente a usina abre para visitação uma vez por semana, e, em geral, atende grupos de escolas e universidades. O diretor da Investco, PG Meirelles, assegurou que em caso de necessidade, pode viabilizar a ampliação do atendimento.  (Secom Palmas)