Palmas

Foto: Divulgação

Os adventistas da região de Palmas estão colocando em prática a solidariedade e a consciência social no projeto “Palmas, Lugar de Esperança”, que começou no último dia 3 e se estenderá até o próximo sábado, dia 10.

No sábado, dia 3, uma passeata mobilizou centenas de adventistas e amigos da igreja em prol da campanha Quebrando o Silêncio.  O projeto teve como objetivo conscientizar a população em geral, sobre a importância do ensino de regras para a prevenção ao abuso e a violência contra crianças, mulheres e idosos.

Segundo a coordenadora do projeto, Sônia Sarmento, é preciso alertar as pessoas que sofrem abuso de que elas podem buscar ajuda. "Estamos focados principalmente na educação das crianças. Por isso estaremos promovendo também palestras nas escolas públicas sobre bullying e violência doméstica. Falaremos ainda sobre os cuidados com os idosos, os perigos da internet por causa dos pedófilos, entre outros assuntos", explica Sônia.

De acordo com a Polícia Militar cerca de 1.400 pessoas estavam presentes na passeata. A iniciativa é da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Histórico 

A violência de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de um terço das mulheres do mundo são vítimas de agressões físicas ou sexuais, que na maioria das vezes são causadas pelos próprios parceiros.

O relatório divulgado pela OMS em junho deste ano apontou que 38% das mulheres vítimas de homicídio foram assassinadas por seus maridos ou namorados. A organização considerou que os números são proporcionais a uma "epidemia global de saúde".

O projeto Palmas, Lugar de Esperança

Durante a semana especial, diversas atividades comunitárias e sociais ocorrerão, como doações de sangue e medula, plantio de mudas, distribuição de livros, passeatas contra a violência, assistência médica gratuita e palestras sobre ensinamentos bíblicos. O evento contará ainda com a participação dos apresentadores da TV Novo Tempo, os pastores Luís Gonçalves e Ivan Saraiva.

No dia 10, dia do grande encerramento do projeto, o quarteto religioso Arautos do Rei fará uma apresentação pública na Praça dos Girassóis, centro de Palmas, a partir das 17h. O local receberá cerca de 100 caravanas de várias partes do Estado. São esperadas mais de 5 mil pessoas. A entrada é franca.