Estado

Foto: Divulgação

Durante reunião que aconteceu nesta terça-feira, 13, com o Conselho Empresarial do Tocantins (CET), empresários discutiram com o prefeito de Palmas, Carlos Amastha e seus secretários as demandas sugeridas pelos empresários. O conselho é composto por 18 entidades empresarias do Tocantins.

Para iniciar a reunião o prefeito, Carlos Amastha, pediu licença para quebrar o protocolo e junto com o presidente da Agência de Turismo,  Cristiano Rodrigues, iniciar com um convite aos empresários. “Vamos todos prestigiar o Festival Gastronômico de Taquarucu, nós estamos fazendo um lindo festival, espero que todos possam aproveitar todas as belezas do local”, afirmou Amastha.

No decorrer do encontro, os secretários responderam aos questionamentos feitos pelos empresários nas reuniões anteriores. Foram apresentadas soluções práticas, elaboração de projetos para solucionar os problemas e prazos para atender as demandas. Ainda foi sugerido pelos empresários, soluções das reivindicações pontuadas. 

Demandas

Sobre o fato do sistema para emissão das Notas Fiscais Eletrônicas estar lento, o secretário de Finanças, Cláudio Schüller, informou que está procurando conhecer os sistema de emissão de notas fiscais eletrônicas de outros estados, e que no próximo ano até o mês de fevereiro um novo sistema mais moderno deverá ser implantado.

Dentre as diversas demandas o secretário de Desenvolvimento Econômico e Emprego, Borges da Silveira, anunciou aos empresários a criação do Centro de Atenção ao Empresário de Palmas, segundo o secretário o local terá auditório para 60 pessoas, e estará em funcionamento até o mês de setembro. “Este centro será um centro de inovação tecnológico de aceleração para as empresas que precisam de uma atenção especial”, disse o secretário.

Quanto aos quiosques o secretário Borges da Silveira adiantou que está sendo elaborado um documento com o Ministério Público Estadual (MPE), com prazos e regularizações. “De agora em diante, vamos estabelecer um modelo para implantação de quiosques, voltado para a temática turística e com um novo formato”, destacou Borges.

O secretário de Transparência e Controle Interno, João Lira, pediu aos empresários presentes que participem das licitações do município. “Estamos fazendo uma campanha de sensibilização dos empresários palmenses, queremos que vocês voltem a acreditar na Prefeitura, e participem dos processos licitatórios para que possamos movimentar a economia da Capital, e se houver algum tipo de pedido de benefício, por favor, denuncie por meio da nossa ouvidoria”, afirmou Lira.

A presidente da Câmara de Dirigentes e Lojistas (CDL), Cleide Brandão, agradeceu a maneira como a Prefeitura vem conduzindo as demandas do setor do comércio. “Nossas solicitações vem sendo atendidas sempre com a melhor presteza, principalmente, pela Secretaria de infraestrutura e Serviços Públicos, isso nos deixa confiante com essa gestão”, afirmou a empresária.

O prefeito Carlos Amastha pediu para cada um dos secretários presentes falar um pouco sobre os serviços em andamento nas suas Pastas, e adiantou que esta é uma importante iniciativa para manter a parceria com os empresários e reafirmou diálogo com todas as categorias. O gestor também falou sobre as mudanças visíveis na cidade. “Queremos sempre ouvir esse importante segmento da sociedade, que tantos empregos geram para nossa cidade. Estamos realizando trabalho contínuo em toda cidade, mas dando atenção especial às avenidas comerciais como a JK, que recebeu iluminação nova nos estacionamentos”, finalizou.

Presentes

Alem dos secretários Cláudio Schüller, João Lira e Borges da Silveira; participaram também da reunião, os secretários de Governo e Relações Institucionais, Tiago Andrino; de Segurança, Defesa Civil e Trânsito, Coronel Ribamar Pereira; de Habitação, Aleandro Lacerda; Infraestrutura e Serviços Públicos, Marcílio Ávila; e os executivos da Seisp, Luciano Carvalho, e da Semdu, Evercino Moura; e o presidente do Instituto de Planejamento de Palmas, Luiz Masaru. (Secom Palmas)