Polí­tica

Foto: Divulgação

Em tribuna na sessão desta terça-feira, 13, na Câmara de Palmas, o vereador Valdemar Júnior (PSD) recriminou a postura da oposição em relação às tantas críticas sem fundamentos feitas ao governo Amastha.

 Valdemar pediu bom senso e cautela aos oposicionistas e afirmou que tratar a saúde, a educação como caso político é desumano.“A nossa obrigação é resolver os problemas. Politizar assuntos como a saúde não irá resolver nada”, disse.

 O vereador falou ainda que é preciso que todos os parlamentares enxerguem as dificuldades de conduzir uma máquina e citou como exemplo o vereador Major Negreiros que pôde sentir isso. “Nós sabemos as dificuldades que o senhor enfrentou. Você sentiu o peso de ser prefeito dessa cidade. Querer fazer e pelo peso da máquina não conseguir resolver com tanta rapidez. Vossa excelência é testemunha das dificuldades, independente da sua vontade de querer resolver”, destacou.

 Sobre o papel da oposição, Valdemar disse que é dever deles cobrar do executivo municipal as obrigações, mas que é preciso enxergar que muito tem sido feito. “A Unidade de Pronto Atendimento - UPA sul é um grande exemplo. Não se faz tudo na mesma hora, no mesmo tempo. Eu queria ter creche para todo mundo, queria a cidade inteira asfaltada, mas não é assim” afirmou.

Ainda em tribuna, o vereador fez um desafio e perguntou quais foram os parlamentares federais que colocaram dinheiro em Palmas. “É fácil vir aqui e dizer que nada funciona, mas quero saber que parlamentar federal trouxe dinheiro para nossa cidade?”, questionou.

Valdemar finalizou seu discurso dizendo que a intenção de fazer do prefeito Carlos Amastha é máxima, e que já houve grandes avanços, bastando para isso comparar e ver como a capital está mais limpa, mesmo com a troca das empresas de coleta de lixo. “Tem as dificuldade sim, mas as melhorias estão sendo realizadas”.

Por: Redação

Tags: Câmara de Palmas, Valdemar Junior