Estado

Foto: Divulgação

Aconteceu na manhã desta terça-feira (20/08), da abertura oficial do 3º Encontro Regional do Conselho Regional de Economia do Tocantins (CORECON/TO),  na Câmara de Vereadores de Gurupi, que teve como tema “Planejando o Desenvolvimento Regional”.

O evento, que visa conscientizar os gestores sobre a importância do planejamento e do orçamento na gestão pública,  contou ainda com a participação do presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE),  Wagner Praxedes e de prefeitos e presidentes de câmaras de vereadores e secretários municipais das cidades de Alvorada, Araguaçu, Cristalândia, Figueirópolis, Formoso do Araguaia, Gurupi, Lagoa da Confusão, Palmeirópolis e Peixe.

Coube ao prefeito de Gurupi, Laurez Moreira, na qualidade de gestor do município anfitrião, dar as boas vindas aos participantes do evento.  Na oportunidade foi exibido um vídeo institucional produzido pela Secretaria de Comunicação do município, onde são mostradas  as potencialidades econômicas de Gurupi.

No seu pronunciamento, Laurez informou que duas áreas distintas da economia gurupiense estão em franca expansão: o comércio de máquinas e implementos agrícolas e a indústria da construção civil. “É significativo o crescimento dessas duas áreas em Gurupi, contribuindo, de forma decisiva para o fortalecimento da economia tanto local quanto regional, gerando novas oportunidades de emprego e redá”, ressaltou o prefeito.

Já o presidente do Conselho Regional de Economia do Tocantins, Francisco Viana Cruz, destacou que o planejamento governamental e executivo visa envolver a participação ativa dos segmentos  políticos e técnicos, os quais são a própria sociedade representada pelos gestores a servem. Para Viana Cruz, governar é um desafio muito complexo até em países desenvolvidos, exigindo cada vez mais excelência técnica das equipes envolvidas.

O 3º Encontro Regional do Conselho Regional de Economia do está sendo realizado em parceria com o Tribunal de Contas do Estado (TCE/TO), a Universidade Federal do Tocantins (UFT) a Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan), a Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto) e o Sebrae/TO.