Estado

Foto: Divulgação

Criado a pouco mais de seis meses, o Núcleo de Apoio às Comarcas do Tribunal de Justiça do Tocantins, tem apresentado bons resultados  no auxílio às Comarcas onde há congestionamento de processos, na orientação de servidores para procedimentos de gestão cartorária, na organização moderna das escrivanias com layout funcional, e, ainda, na padronização de rotinas e procedimentos com a adoção de atos ordinatórios.

Nesta semana, uma nova frente de trabalho foi aberta pelo Nacom, de auxílio à Contadoria Judiciária da Comarca de Palmas. O Núcleo conseguiu a colaboração de magistrados do interior, e trouxe para a capital três contadores. Sob a coordenação de Mariene Freire Barbosa Carvalho, de Palmas, mais de mil processos estão sob análise dos também contadores judiciais Wainer de Matos, da Comarca de Paranã, Niely Thalles de Sá, da Comarca de Porto Nacional e Débora Brito Ribeiro, da Comarca de Wanderlândia.

Para o coordenador do Nacom, juiz de Direito Océlio Nobre, “o Núcleo foi criado para prestar serviço de apoio às Comarcas onde quer que seja preciso, e o fato da Contadoria da Comarca de Palmas estar desfalcada de dois servidores, uma por licença médica e outra por licença maternidade, exigiu uma atitude imediata para salvaguardar a celeridade na tramitação dos projetos”.

Pelos próximos dias os contadores judiciais estarão trabalhando na liquidação de sentenças, cálculo de custas judiciais, atualização de dívidas e arbitrando custas de diligências dos oficiais de justiça, tanto do Fórum de Palmas como dos Juizados Especiais. (Ascom TJ)