Estado

Foto: Divulgação

O Comitê de Gestão Pública, presidido pelo secretário do Planejamento, Flavio Peixoto,  do governo estadual publicou no Diário Oficial a renomeação de 63 servidores dos cargos de provimento em comissão com denominação e símbolos especificados, da Secretaria das Cidades, Habitação e Desenvolvimento Urbano. Em outra resolução o governo nomeia 90 servidores para a Secretaria do Planejamento e da Modernização da Gestão Pública.

 Foram publicados ainda a lista de26 comissionados na pasta da Casa Civil , 28 na Casa Militar. Na Secretaria de Infraestrutura permanecem mais de 100 cargos que também teve a lista de servidores divulgada no Diário Oficial.

 A última secretaria a ter os cargos em comissão divulgados na edição do Diário Oficial foi a de Educação e Cultura. Nas pasta são mais de 200 cargos. Na semana passada o governo divulgou as primeiras contratações que totalizaram mais de 500 cargos em comissão em cinco pastas.

 A publicação dos cargos em comissão que ficaram na estrutura das pastas faz parte da contenção de gastos e das medidas que o governo tomou para se adequar à Lei de Responsabilidade Fiscal.

 O secretário de Administração, Lucio Mascarenhas afirmou que atualmente 71.3% dos servidores são efetivos e 29% são contratados. O governo mantém 11.795 contratos temporários destes 11.795, 2.451 são no magistério, 2.467 na Saúde, no Quadro Geral são 1.446 contratos,  e na área de Serviços Gerais ASG 5431.  A meta do governo, segundo ele, é chegar a dezembro deste ano com 36.875 servidores efetivos.