Estado

Em busca de melhorias e na defesa dos direitos dos educadores, o Sindicato dos Trabalhadores no Tocantins - (Sintet) adere ao Dia Nacional de Mobilização e Paralisação, a ser realizado nesta sexta-feira, 30.

 O presidente do Sintet, José Roque Santiago orienta pela paralisação geral de todas as atividades das redes municipais e estadual de ensino durante todo o dia. Serão realizadas ações nas regionais de Palmas, Araguaína e Gurupi. Em Palmas a concentração esta marcada para as quinze horas, em frente ao Banco do Brasil na Av. JK.

 Na pauta nacional, os trabalhadores lutam contra o PL 4330, o fim do fator previdenciário, a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais sem redução do salário, a suspensão dos leilões do petróleo, a votação urgente do Plano Nacional de Educação (PNE), 10% do PIB para a educação pública, 10% do Orçamento da União para a Saúde, Reforma Agrária e Transporte público e de qualidade.

 No Tocantins, os educadores defendem ainda a aprovação da reformulação do Plano de Carreira da Rede Estadual, normalização dos serviços do PlanSaúde, contra a falta de recursos nas escolas, contra a precarização das condições e relações de trabalho, carga horária dos professores, por gestão democrática nas escolas, IGEPREV, Remanescentes de Goiás, cumprimento do Piso e pelos profissionais administrativos. (Com informações do Sintet)

Por: Redação

Tags: Igeprev, José Roque Santiago, Sintet