Polí­tica

Foto: Divulgação

Em entrevista ao Conexão Tocantins o reitor da Universidade Federal do Tocantins, Marcio Silveira, afirmou que a instituição já fez seu papel com relação aos esclarecimentos necessários sobre o projeto do governo que trata da doação do Hospital de Doenças Tropicais. “A UFT se retira nesse momento. Participamos de três audiência públicas e a partir de agora o projeto é da Assembleia Legislativa. Os deputados já sabem a decisão que vão tomar e já estão esclarecidos por parte da UFT”, afirmou ao Conexão Tocantins neste sábado, 31. Ele negou informação que chegou a ser veiculada de que ele iria pedir a retirada do projeto da Assembleia.

 Uma sessão extraordinária nesta segunda-feira, 2, vai discutir o projeto na Assembleia Legislativa.

 A última audiência realizada para discutir o tema foi nessa sexta-feira, 30, onde a população participou e muitos se manifestaram contra a doação. “Precisamos provocar e produzir melhorias para o hospital”, defende o reitor que diz estar esperançoso com a aprovação da matéria.

 Na opinião de Silveira, a emenda que será protocolada pela relatora do projeto, deputada estadual Luana Ribeiro (PR) resolve os questionamentos que o Ministério Publico e outros órgãos fazem com relação ás mudanças no Hospital com a possível doação. A emenda pede a manutenção dos servidores do Hospital e a criação de uma comissão de transição.


 O deputado estadual Sargento Aragão (PPS) já se manifestou contra a aprovação do projeto.

 Além de Luana participaram da audiência Marcelo Lelis (PV), Sargento Aragão (PPS), Eli Borges (PMDB), Raimundo Palito (PEN), Freire Júnior (PSDB), José Geraldo de Melo Oliveira (PTB), e ainda vereadores e a promotora de defesa da saúde, Araína D'Alessandro.