Estado

Foto: Divulgação

Três propriedades rurais do Tocantins, duas na região do Cantão e outra no sudeste do Estado, irão receber 53 placas de energia solar e três bombas que serão destinadas para a irrigação. As propriedades da agricultura familiar fazem parte do Programa Seringueiras Alternativas da Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro). O projeto que está sendo desenvolvido experimentalmente até o fim deste semestre é uma parceria entre Seagro, Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A. (Eletronorte) e Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO).

Os kits doados pela Eletronorte serão implantados nas propriedades pela Seagro, que oferecerá assistência técnica em parceria com a IFTO. Os equipamentos serão destinados exclusivamente para a irrigação de novos plantios de seringueiras, isso porque no primeiro ano de vida a planta necessita de 30 litros de água por semana no período de estiagem. A energia produzida pelas placas irão alimentar as bombas que funcionarão nos sistemas de gotejamento e tanques de água.

Os agricultores receberão os equipamentos na próxima segunda-feira, dia 02. Um quarto kit será instalado na sede da Seagro, e terá a captação de energia e capacidade de bombeamento monitorada pelo setor de Agroenergia da pasta. Caso seja considerado viável o projeto experimental será desenvolvido em outras propriedades do Estado. “Com os painéis, os produtores rurais terão mais autonomia para iniciar a produção, uma vez que terão os custos com energia elétrica reduzidos. Lembrando que a energia fotovoltaica, é renovável e limpa, ou seja, não gera prejuízo ao meio ambiente”, explicou Luis Leal, responsável pelo setor de Agroenergia da Seagro.

Energia Limpa

Os painéis fotovoltaicos são compostos por estruturas chamadas células fotovoltaicas, que têm a propriedade de criar uma diferença de potencial elétrico por ação da luz. O efeito fotovoltaico faz com que essas células absorvam a energia do sol e façam a corrente elétrica fluir entre duas camadas com cargas opostas. (Com informações da Seagro)