Polí­cia

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Araguatins, prendeu na tarde desta sexta-feira, 30, por volta das 17h,  Carlos Alberto Pimentel de Castro, 33 anos de idade. A prisão se deu em cumprimento ao um Mandado de Prisão Preventiva decretado pelo Juízo Criminal da Comarca de Pacajá-PA.

Carlos Alberto é acusado pela prática de crime de roubo a ônibus na jurisdição da comarca paraense em 21.10.2011. Segundo a polícia do Pará, o acusado já era investigado por outros crimes de roubo e pistolagem, praticados naquele Estado.

Uma equipe da Policia Civil da Dp de Araguatins, comandada pelo Delegado de Polícia, Wlademir Costa Oliveira, com o mandado de prisão em mãos, interceptou Carlos Alberto na rua Siqueira Campos, proximidades do Banco da Amazônia no Centro da cidade. Sem esboçar qualquer tipo de reação, o acusado foi abordado e preso.

Quando os policiais civis submeteram o acusado a uma busca pessoal, foi encontrado em poder do mesmo, um revólver, marca Taurus, calibre 38, mira especial, municiado com seis projéteis intactos e mais quatorze projéteis também intactos.

Carlos Alberto Pimentel de Castro foi autuado em flagrante delito, na DP de Araguatins pela prática do crime de porte ilegal de arma de fogo e, após os procedimentos cabíveis, será encaminhado a carceragem da Cadeia Pública daquele município, onde ficará a disposição do Poder Judiciário.

Carlos Alberto já estava sendo investigado e monitorado pela Polícia Civil, como sendo o principal suspeito de ter efetuado os disparos que ceifaram a vida do vice-prefeito de São Sebastião do Tocantins, Antônio Mauro Nascimento, fato ocorrido no dia 08.10.12, quando a vítima jantava com sua família em uma praça da cidade.

Atualmente o inquérito policial que apura a prática do homicídio do vice-prefeito Antonio Mauro está sendo presidido e conduzido pela Deic Norte, de Araguaina.

A Polícia Civil acredita que a maneira como esse crime foi cometido, é muito semelhante aos crimes de homicídios com autorias ignoradas ocorridos nos últimos três anos, nas regiões de abrangência da 10ª Delegacia Regional de Polícia Civil. Com a prisão de Carlos Alberto Pimentel Castro, a PC acredita que poderá chegar à autoria dos demais crimes. (Com informações da SSP)