Educação

Foto: Divulgação

A Fundação Universidade do Tocantins (Unitins) acaba de receber o recredenciamento pelo Conselho Estadual de Educação do Tocantins, objeto que valida o funcionamento da Instituição de Nível Superior por mais cinco anos. A matéria que discorre sobre o recredenciamento foi publicada no Diário Oficial do Estado nº 3.943.

O anúncio foi feito na sede administrativa da Instituição, pelo reitor Joaber Macedo, durante uma coletiva de imprensa realizada na manhã desta segunda-feira, 02, às 9h30. Estiveram presentes na coletiva o vice-reitor, Arison José Pereira, a pró-reitora de Extensão, professora Fátima Ribas, a pró-reitora de Graduação, Denise Sodré, o pró-reitor de Pesquisa, José Jamil Fernandes Martins e a pró-reitora de Administração e Finanças, Silvia Carvalho.

Destacando sua trajetória de comprovado êxito, o Conselho Estadual de Educação do Tocantins, que segue as mesmas diretrizes e procedimentos do Ministério da Educação, conferiu a Instituição o conceito global 4, num universo de 5.

O vice-reitor Arison, que também é professor do curso de Engenharia Agronômica, explica que a Unitins foi avaliada por um conselho técnico que utiliza o mesmo método de avaliação do Governo Federal. “Nos recredenciamentos anteriores, não era conferida nota após a inspeção. Receber uma nota 4 foi muito estimulante para o crescimento desta Instituição.”

Para o reitor Joaber Macedo, a avaliação positiva reforça e reconhece o esforço da Unitins em recuperar a sua capacidade de formação superior de qualidade e credibilidade. “Consequentemente a sociedade tocantinense conquista uma instituição de ensino superior, pública, gratuita e de qualidade”, comemora o reitor.

Expansão

No primeiro semestre de 2014 deve ser inaugurado o campus definitivo da Unitins em Palmas, com capacidade para atender dois mil alunos por turno. O novo campus deve contar com 48 salas de aula, sete laboratórios, além de estrutura física com área de convivência e administrativa, dentre outros espaços.  

“Nosso campus terá uma área total edificada com mais de 10 mil metros quadrados, com capacidade para atender seis mil alunos por turno e isso oportunizará a expansão do nosso alcance junto à comunidade acadêmica”, explica Joaber.

Durante a coletiva, o reitor também ressaltou que além da estrutura estar cada vez mais completa, com profissionais qualificados, uma das metas da Universidade é dar oportunidade a quem não tem condições de se deslocar até os grandes centros para fazer um curso superior.

“Com ótima estrutura de laboratórios, participação ativa dos professores em campo, construção de uma central analítica em andamento, excelentes projetos de pesquisas realizados pelos próprios alunos, fazem com que a Unitins tenha reconhecimento técnico e se mostre em plena condição de ampliar ainda mais os cursos, garantindo formação de qualidade para todos que buscam este diferencial”, diz o reitor.

Avaliação

Foram avaliadas durante rigorosa visita do corpo técnico do conselho, dez dimensões: A Missão e o Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI; Políticas para o Ensino, a Pesquisa, a Pós Graduação e a Extensão; Responsabilidade Social da Instituição; A Comunicação com a Sociedade; Políticas de Pessoal, de Carreiras do Corpo Docente e Corpo Técnico-Administrativo; Organização e Gestão de Representatividade Junto aos Órgãos Colegiados; Infraestrutura Física; Planejamento, Avaliação e Autoavaliação; Políticas de Atendimento aos Discentes e Sustentabilidade Financeira. (Ascom Unitins)