Palmas

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Palmas oficializou na manhã de hoje, 10, a contratação da Universidade Federal do Tocantins (UFT) para a realização de concurso público com um quantitativo de 1633 vagas, sendo 701 para Educação, 649 para Saúde e 283 para o Quadro Geral. O contrato foi assinado pelo prefeito Carlos Amastha e pelo reitor UFT, Márcio da Silveira, em solenidade realizada na Diretoria de Meio Ambiente.

Em um segundo momento, também serão realizados certames para a Guarda Metropolitana e para Agentes de Trânsito, pois segundo o secretário de Planejamento e Gestão, Adir Gentil, esses seguimento necessitam melhor planejamento para elaboração das suas etapas.

O valor do contrato é de R$ 1 milhão e 780 mil para realização dos certames, com previsão para 15 mil inscrições.  Caso a quantidade de inscrições seja superior, o recurso excedente arrecadado será destinado à Escola de Gestão para execução de políticas de capacitação dos servidores públicos.

Gentil adiantou que os certames não serão realizados simultaneamente, pois a cidade não teria como comportar um contingente de pessoas ao mesmo tempo. “Vamos priorizar o concurso da educação, para que seja realizado ainda este ano, e para que os professores possam tomar posse até o próximo ano letivo”, disse Gentil.

“Temos orgulho ter realizado importantes concursos no estado do Tocantins, como o concurso do Ministério Público Estadual – MPE e Defensoria Pública”, disse o reitor da UFT, Márcio da Silveira, destacando ainda a importância da Prefeitura de Palmas em buscar a qualidade e seriedade para a realização do certame.

Para o prefeito Carlos Amastha, esta assinatura vem marcar não apenas questões legais, mais sim morais. Para ele o servidor público precisa ser servidor de carreira. “Queremos investir no servidor público, para isso este precisa ser servidor de carreira, para que tornemos a administração pública muito mais eficiente temos que agir pela meritocracia”, disse o gestor. (Secom Palmas)