Polí­tica

Foto: Divulgação

A reunião da cúpula nacional do PMDB com membros do grupo chamado de PMDB Autêntico não teve nenhuma decisão ainda. O partido tem prazo ate dia 25 deste mês para definir a situação da legenda. Participaram da reunião, o ex-governador Marcelo Miranda, o deputado federal Osvaldo Reis, a deputada Josi Nunes e os líderes peemedebistas Derval de Paiva e Eudoro Pedrosa.

Aliados contaram ao Conexão Tocantins que Marcelo estaria disposto a deixar a legenda na falta de uma providência para mudar o comando da atual legenda que tem o deputado federal Junior Coimbra à frente.

A assessoria da deputada Josi Nunes, que estava presente na reunião confirmou que e os membros do grupo tomarão uma decisão  com relação a permanência na sigla em uma nova reunião pré-agendada para o próximo dia 25.

Conforme a parlamentar, a Executiva Nacional tem até esta data para apresentar  uma alternativa e  resolver a situação do PMDB no Tocantins. Durante o encontro ocorrido nesta tarde, teria ficado claro que  caso nenhuma solução seja apresentada, muitos membros poderão deixar o PMDB.

Conforme informou o deputado federal do PMDB, Osvaldo Reis ao Conexão Tocantins no final da tarde desta quarta-feira, 11, a reunião de membros do partido em Brasília com os membros do grupo foi positiva mas não trouxe nenhuma definição. “ Se não tiver uma decisão bem formalizada da direção nacional sobre o PMDB no Tocantins evidentemente que ele vai sair”, disse se referindo a Marcelo.

Segundo Reis se Marcelo deixar a legenda muitos do partido vão acompanhá-lo. “ O que queremos é que o PMDB seja um partido de verdade”, frisou.