Polí­tica

Foto: Divulgação

A deputada federal Nilmar Ruiz (PEN) se reuniu com o ministro da Educação, Aloísio Mercadante. Durante a reunião, composta também por parlamentares da região Norte e pró-reitores de pesquisa e pós-graduação de universidades do País, foi sugerida ao ministro a criação de um programa federal de atração e fixação de professores e pesquisadores com títulos de doutores na região Amazônica.

Conforme reclamação feita ao ministro Mercadante, o que ocorre é que profissionais entram em universidades do Norte do País, onde a concorrência é menor, alcançam o título de doutor e depois se mudam para outras regiões.

“A região Amazônica encontra uma dificuldade grande no campo de pesquisas e de desenvolvimento tecnológico pela falta de profissionais qualificados e dedicados a esse fim, que queiram se fixar na região”, reconhece Nilmar.

A proposta sugerida ao ministro é que se crie incentivos para a fixação de doutores nas instituições de ensino superior na região Amazônica. “A proposta sugerida ao ministério é a criação de um auxílio pesquisa e uma Bolsa Pesquisa Amazônica para que consigamos fixar esses profissionais na região”, disse.

Segundo Nilmar, o ministro Mercadante disse que criará um grupo de trabalho, formado com profissionais do MEC, parlamentares e representantes de instituições de ensino, para discutir o tema e encontrar uma saída para resolver o problema.

Durante a reunião, o ministro também solicitou aos parlamentares que mantenham o veto da presidente Dilma Rousseff à Medida Provisória 614. Com o veto, concursados em instituições de ensino seriam impedidos de pedir transferência para outras instituições de ensino em outros estados, sem prestar novo concurso público.