Polí­tica

Foto: Mariá Soares Suposta exoneração de Irajá teria acontecido após conversa com o governador Suposta exoneração de Irajá teria acontecido após conversa com o governador

A suposta exoneração do deputado federal licenciado Irajá Abreu (PSD) do cargo de secretário de Regularização Fundiária consolida o rompimento político entre o governador Siqueira Campos (PSDB) e a senadora Katia Abreu (PSD). A exoneração teria sido comunicada ao deputado na tarde desta terça-feira, 18, em reunião com o governador. A assessoria do governador, entretanto, disse na manhã desta quarta-feira, 18, que desconhece a medida que inclusive não foi publicada no Diário Oficial do Estado.

O ato ocorreu após reunião da senadora Katia Abreu (PSD) com a cúpula nacional do PMDB em Brasília. A senadora possivelmente deve ingressar nos quadros da legenda o que dificulta a possibilidade de uma aliança com o grupo do atual governo.

O Conexão Tocantins procurou o secretário de Relações Institucionais do Governo, Eduardo Siqueira Campos para comentar o assunto mas ele informou que não conversou ainda com o governador e que cabe apenas a ele comentar o assunto. “Neste caso o que prevalece é o sentimento do governador”, frisou.

Com a saída da secretaria,  Irajá deve retornar antes do previsto para o cargo na Câmara Federal e sua suplente Goiaciara Cruz (PSD) deve deixar a vaga.

O Conexão Tocantins tentou ouvir o deputado mas as ligações foram encaminhadas para a caixa de mensagens.

Por: Redação

Tags: Irajá Abreu, Kátia Abreu, PSD, Siqueira Campos