Campo

Foto: Juliano Ribeiro

Com uma renda mensal de R$ 1.200,00 por hectare plantado, a heveicultura (cultura da seringueira), vem despertando o interesse dos produtores rurais do Tocantins. A pedido de produtores e prefeituras municipais, técnicos da Secretaria Estadual da Agricultura e Pecuária (Seagro) estarão nos municípios de Barrolândia, região Central do Estado e Palmeiras do Tocantins, região Extremo Norte, nesta quinta, dia 19 e sexta-feira, dia 20, respectivamente. Na pauta dos encontros, o Programa EcoSeringueira, linhas de financiamento, pagamentos e prazos, entre outros assuntos. 

Para o técnico agrícola da Diretoria de Agroenergia da Seagro, Sales Lopes, estas reuniões demonstram que os produtores do Tocantins querem investir em atividades que sejam lucrativas. “O plantio da seringueira, principalmente para pequenos produtores é uma alternativa rentável. A equipe está visitando diversos municípios do Estado. Prefeituras e produtores interessados devem procurar a Diretoria de Agroenergia, em Palmas”, informou

Após as reuniões, os produtores interessados em iniciar o cultivo, podem formalizar a solicitação de apoio para a elaboração do projeto de implantação da floresta plantada. A Seagro, em conjunto com o Ruraltins, informa a documentação necessária e ainda auxilia na formatação do projeto, que será apresentado à instituição financeira para financiamento.

Programa

Para participar do Pronaf Eco Seringueira, o produtor deve atender ao perfil de agricultor familiar e procurar um escritório do Ruraltins, para ser realizada a triagem de aptidão de área em sua propriedade. Podem ser financiados até R$ 15 mil por hectare, sendo liberado para no mínimo dois hectares. Logo depois, o agricultor deve fazer um projeto de financiamento junto ao banco, que possui uma linha de crédito específica para financiar plantio de seringueira. O financiamento só será pago a partir do sexto ano de cultivo, quando as árvores começam a produzir látex.

Dados

Em 2012, a área cultivada de seringueira no Tocantins era de 1.840 hectares. Para este ano a previsão é aumentar 52%, passando para mais de 2.800 ha. A produção de seringueira é uma das atividades mais rentáveis no agronegócio mundial. Em média um hectare plantado com a cultura gera em torno de R$ 1.000,00 a R$ 1.200,00 de renda líquida para o produtor, mensalmente a partir do sexto ano. (Ascom Seagro)