Polí­cia

Foto: Divulgação

A Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores – DERFRVA deflagrou, na manhã desta quarta-feira, 18, a operação “Finan” II em Palmas. Aproximadamente 20 policiais civis e dois peritos criminais, comandados pelo delegado Reginaldo de Meneses Brito, titular da especializada, deslocaram-se para a região Norte da Capital, mais precisamente nas Quadras 303 e 409 para dar cumprimento a três mandados de busca e apreensão com a finalidade de apreender documentos que são utilizados para financiar veículos de maneira fraudulenta.

Em uma das residências, que pertence a um dos acusados, que já se encontra preso, foram apreendidos documentos pessoais e de veículos, cartões de crédito e placas de automóveis.

As investigações da operação “Finan” II, tiveram início após a prisão de Ulisses Miranda Silvério, 32 anos de idade, Alequissandro Martins Prudêncio, 27 anos, Vanderval Alves Gama, 30 anos e Dieyson Cândido Alves, 27 anos de idade. Na oportunidade, os quatro homens foram presos pela Polícia Militar pelos crimes de roubo e formação de quadrilha, fato ocorrido no último dia 16 de Agosto em Palmas.

A Polícia encontrou em posse dos acusados, um veículo Honda Civic de cor branca, que havia sido roubado no Estado de Goiás e clonado em um veículo financiado em Cuiabá. O carro também apresentava o motor e o chassi adulterados. Também foram apreendidos em poder da quadrilha, um outro veículo Honda Civic de cor preta, que era produto de crime na modalidade “Finan” eletrônico e, um veículo Vectra Hatch, financiado com documentação fraudulenta de uma pessoa idônea de Palmas.

Dando sequencia as investigações, a Delegacia Estadual de Furtos e Roubos de Veículos apreendeu um veículo Celta de cor preta “Finan” com documentação fraudulenta do Estado do Pará, que era utilizado pela irmã de um dos acusados.

E, na manhã de hoje a PC apreendeu uma camionete Nissan Frontier que estava em uma kitnet na área Norte da Capital e que também estava com documentação adulterada. Além de uma carreta reboque para Jet ski que havia sido furtada juntamente com a moto aquática em Junho em Palmas. Os investigadores da Especializada descobriram que a carreta havia sido adulterada e estava sendo “esquentada” de forma criminosa. Todavia, o Jet ski ainda não foi localizado. Todos esses veículos pertenciam aos homens já presos anteriormente.

A operação foi encerrada por volta das 9h30min e toda documentação, bem como os veículos apreendidos, serão encaminhados ao Poder Judiciário para as providências cabíveis, sendo que mais dois inquéritos policiais serão instaurados em desfavor dos quatro acusados que já se encontram presos.

Para o delegado Reginaldo Brito, as ações da Polícia Civil no combate a máfia do carro Finan tem produzido resultados satisfatórios, já que muitos veículos de origem criminosa têm sido retirados das ruas da Capital e inúmeras pessoas envolvidas com essa modalidade de crime estão presas ou respondendo a processos criminais.

“Esse é mais um trabalho realizado pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos de Veículos, com apoio de nossa co-irmã, a Polícia Militar e que tem dado uma resposta positiva a sociedade. Essa nova modalidade criminosa denominada “Finan” Eletrônico está sendo  combatida com firmeza e ações de estratégia e inteligência pelas duas polícias”, ressaltou o delegado. (Com informações da Polícia Civil)