Palmas

Foto: Divulgação

 O Vereador Folha (PTN) apresentou um projeto de Lei que sugere que o prato Chambaril, se torne patrimônio imaterial da Capital Tocantinense e regulamente a atividade dos microempresários.

Atendendo a reivindicação dos comerciantes que vendem Chambari nos quatro cantos da cidade, Folha leva a tribuna um Projeto de Lei que regulamenta a culinária muito conhecida e apreciada em Palmas, o Chambari, que segundo vereador Folha “é um prato bastante consumido e precisa ser reconhecida como patrimônio cultural da nossa cidade”.

O vereador Damaso (PR) apoiou a proposta do vereador Folha e citou o caso do vendedor de Chambari da cidade de Paraíso, que foi apresentado em rede nacional no Programa Ana Maria Braga. “Os vendedores precisam regularizar a venda do Chambari vejo esse Projeto como ponto positivo para a nossa cidade”. Enfatizou Damaso.

Folha lembra que em todas as cidades do Tocantins é possível encontrar a oferta do prato em questão, “ao viajar pelo Tocantins, percebemos que há um grande número de microempresários que ofertam este prato que é bastante apreciado”. Por essa questão o vereador Folha, considera que o Chambari merece ter esse reconhecimento na nossa Capital.

Só em Palmas, o vereador Folha afirmou que há cerca de 500 empresários que trabalham neste ramo, “a aprovação deste Projeto é o primeiro passo para que possamos regulamentar a atividade”. Disse Folha, ao lembrar os pequenos empresários. (Com informações da Assessoria)

Por: Redação

Tags: Chambari, José do Lago Folha