Polí­cia

Foto: Divulgação

A Policia Militar de Goiás e Tocantins conseguiu capturar o assaltante de um supermercado de Palmeirópolis/TO que assassinou o policial militar cabo Elevam Alves Lacerda, de 32 anos, de Palmeiropolis, depois de troca de tiros.  O assaltante Luan Paulino foi morto em uma fazenda na entrada da cidade.

Segundo relato da polícia, o assaltante, chegou a pé e ferido em uma fazenda próximo a Montividiu do Norte/ GO. Sangrando ele pediu ajuda ao caseiro e contou o que havia acontecido e também pediu para trocar de roupa porque estava sujo de sangue.  O caseiro que não quis se identificar fez tudo que Luan pediu. Em seguida o colocou em uma moto e levou a Montividiu. Na entrada da cidade o assaltante pediu para deixá-lo no mato e que o caseiro fosse comprar uma passagem de ônibus destino a Goiânia.

Segundo informações da PM quando o caseiro chegou à cidade ligou para a polícia, que imediatamente foi ao local prender o suspeito. Ao chegar, segundo a polícia, foram recebidos a tiros por Luan que carregava a arma calibre 38 na mão. O corpo do bandido continua em Montividiu aguardando a perícia.

Cerca de 40 policiais tocantinenses participaram da ocorrência em Goiás.  

Revolta

Muita dor e revolta no velório do cabo Lacerda. O corpo chegou a Palmeiropolis por volta das 6h30 da manhã de hoje. O pai, Jose Lacerda, muito abalado desabafou: “Profissão maldita esta do meu filho, profissão maldita”.

A cidade de Palmeiropolis esta de luto, o prefeito decretou feriado pela morte do Cabo Lacerda que tinha 32 anos.

Por: Rozineide Gonçalves (Colaboração)

Tags: Palmeirópolis, Polícia, Polícia Militar, Troca de Tiros