Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Sandoval Cardoso oficializou no final da tarde, conforme o Conexão Tocantins há havia adiantado, sua desfiliação doa quadros do PSD. O deputado agora nos próximos dois dias vai se filiar no Partido da Solidariedade (SDD).

A expectativa de Sandoval é que assim que se filie ao SDD ele assuma também o comando do partido no Estado. Atualmente a Comissão provisória nomeada pela nacional tem o ex-prefeito de Tocantínia, Manoel Silvino à frente.

O SDD deve receber ainda outros quatro deputados estaduais e vários prefeitos do Estado conforme afirmou o próprio Sandoval ao Conexão Tocantins.

Sandoval se elegeu em 2010 no PMDB e logo depois por convite e influência da senadora Katia Abreu se filiou ao PSD. Tendo em vista o pleito do próximo ano onde ele já afirmou que vai estar no grupo do atual governo e que pretende apoiar o secretário de Relações Institucionais, Eduardo Siqueira Campos numa eventual candidatura ao governo Sandoval vai comandar o partido que já nasce na base do atual governo.

Também irá para o Solidariedade o vice-governador João Oliveira, até então presidente regional do PSD, e também o senador Vicentinho Alves.

O PSD foi dissolvido no Tocantins e a senadora Katia Abreu vai assumir o comando da legenda.