Polí­tica

Foto: Divulgação

O presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins, Sandoval Cardoso confirmou ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 30, que deixa hoje os quadros do PSD. Nas próximas 48 horas Cardoso oficializará sua filiação no Partido da Solidariedade.

Atualmente foi nomeado como presidente da Comissão provisória o ex-prefeito de Tocantínia e ex-presidente da Associação Tocantinense de Municípios, Manoel Silvino mas conforme informou Sandoval assim que ele entrar para a legenda deve assumir o comando do novo partido. “ Minha expectativa é de estar a frente do partido”, frisou. Sandoval tem o apoio do senador Vicentinho Alves (PR) que também irá para a legenda e dos outros membros que vão se filiar.

As filiações começam nesta segunda-feira, 30, e há ainda uma grande expectativa para que  dezenas de prefeitos também se filiem. “Já me procuraram mais de 10 prefeitos”, disse Cardoso.

O partido da Solidariedade já nasce na base do governo estadual e abrigará ainda vários deputados estaduais, conforme o Conexão Tocantins já adiantou. São esperados para a  legenda Stalin Bucar (PR), Solange Duailibe (PT) e Raimundo Palito (atualmente no PEN). Outro que está definido se vai para a legenda ou não é o vice-governador João Oliveira, atual presidente do PSD.