Polí­tica

Foto: Ises Oliveira

Lamentando o falecimento do vereador Valdeci de Oliveira Lemos, de Piraquê e de Orlando Rodrigues Nascimento, de Porto Nacional, ocorridos respectivamente nos dias 21 e 24 de setembro, que o vice-presidente da Casa de Leis, deputado Osires Damaso (DEM) enviou Votos de Pesar aos familiares dos líderes, em sessão ordinária nesta terça-feira, dia 1º de outubro. 

Com 53 anos, Valdeci de Oliveira era Presidente da Câmara de Vereadores de Piraquê. Ele foi vítima de acidente de trânsito ocorrido no km 21 da TO-420, na zona rural do município. O veículo em que o vereador estava bateu em um cavalo que se encontrava na pista. Além de vereador, estavam no carro, a esposa e um filho. O parlamentar chegou a ser socorrido pela Polícia, mas morreu a caminho do Hospital Regional de Araguaína. A esposa e o filho passam bem. 

Com 59 anos, Orlando era morador de Porto Nacional. Ele faleceu na madrugada do dia 24 de setembro, no Hospital Geral de Palmas, por insuficiência renal, doença que o manteve internado desde maio. 

Biografias

Natural de Araguaína, Valdeci de Oliveira instalou-se em Piraquê por volta do ano 2000, região que adotou como sua terra natal, adquirindo uma propriedade rural, onde morou até os dias de hoje. Foi eleito representante do povo, como vereador por dois mandatos. 

Sempre um marido atencioso e respeitador, e um pai de três filhos, justo e atento. Exemplo de dedicação e de valores baseados na religiosidade, ética e no compromisso com o respeito e solidariedade. Ao afastar-se do convívio de seus semelhantes Valdeci deixou uma grande saudade no coração daqueles que o conheciam e admiravam.  

Natural de Pedro Afonso,Orlando adotou Paraíso do Tocantins como sua terra natal, por ter se instalado no município desde os primeiros anos de vida. Fixou residência também em Palmas, onde moram suas duas filhas, Kênia Vanessa e Kézia Viviane.  

Durante sua caminhada foi sempre um pai atencioso, amoroso e justo. Um irmão e filho que todos gostariam de ter. Primou por ser um homem prestativo, trabalhador e sempre equilibrado, apesar da sua incontestável humildade, justifica a propositura. ( Umbelina Costa)