Polí­tica

Foto: Divulgação

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Tocantins, sobre a Companhia de Energia Elétrica do Tocantins (Celtins), deputado José Roberto Forzani (PT), visitou, na tarde desta terça-feira, 1º de outubro, órgãos estaduais e federais para solicitar auxílio técnico para os trabalhos de investigação. O parlamentar esteve na Secretaria Estadual de Segurança Pública do Tocantins (SSP-TO), Tribunal de Contas do Estado (TCE) e na Delegacia da Receita Federal em Palmas. 

Às autoridades, José Roberto explicou que, desde as declarações proferidas pelo interventor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na Celtins, Isaac Averbruch, durante uma audiência pública,  realizada em junho na Assembleia, os parlamentares se mobilizaram para criar uma CPI sobre o assunto. Entretanto, a natureza técnica do tema tem exigido dos legisladores o auxílio de pessoal especializado.  

Ao secretário de Segurança Pública, José Eliú de Andrada Jurubeba, e ao presidente do TCE, Wagner Praxedes, o deputado solicitou a cessão de servidores, o que foi prontamente atendido. Mas após reunião fechada com o delegado da Receita Federal em Palmas, Alberto Carlos Carneiro, Zé Roberto preferiu atender ao pedido do delegado e não fazer declarações à imprensa por se tratar de uma investigação em curso. 

O presidente da CPI explicou ainda que, em uma primeira etapa, a comissão solicitou documentos à Celtins e trabalha com algumas linhas de investigação. Passada essa fase, os deputados devem proceder às convocações. Zé Roberto esclareceu ainda que, apesar da expectativa popular, a comissão não tem poderes de julgar, mas apenas de investigar. (Dicom AL)