Polí­tica

Na tarde desta quarta-feira, 9, em Brasília, os dois grupos do PMDB estadual se reuniram em Brasília com o presidente nacional do partido, senador Valdir Raupp (RO) mas não houve avanços. O assunto da vez na legenda é a composição do novo diretório. As eleições estão marcadas para esta sexta-feira, 11, mas o grupo intitulado de Autênticos quer mudar para dia 18, último dia do mandato do deputado federal Junior Coimbra à frente da legenda.

Participaram da reunião o deputado federal Osvaldo Reis, a senadora Kátia Abreu e ainda o suplente de deputado Leomar Quintanilha.

A divergência está com relação ao quantitativo de vagas para cada grupo no Diretório. Os Autênticos querem indicar 30 vagas e deixar outras 30 para Coimbra. A recém-filiada, senadora Katia Abreu, também quer indicar 10 vagas mas Coimbra não aceita a participação da senadora na composição.

A decisão agora está nas mãos da Executiva do partido que junto com a Comissão que acompanha o processo eleitoral no Tocantins vai definir como ficará a questão da proporcionalidade na composição do diretório. Apenas a chapa de Coimbra foi inscrita na convenção mas os nomes podem ser alterados até o dia da eleição.

Coimbra alega que quer o entendimento mas não aceita a divisão proposta pelos Autênticos.