Polí­cia

Foto: Divulgação

O professor da Escola Municipal Aurélio Buarque, Arione Pereira, 56, foi apedrejado até a morte nesta sexta-feira, 11, em frente  à Escola de Tempo Integral Eurídice de Melo, no Aureny III, região Sul de Palmas. Segundo moradores relataram ao Conexão Tocantins o Samu foi chamado e ao chegar no local ele já estava morto.

Buarque era professor de Letras e sua morte será investigada pela Polícia Civil que apontará a motivação do crime. O delegado João Sérgio Kenupp, é o responsável pela investigação. Ao Conexão Tocantins o delegado frisou que os primeiros procedimentos da investigação já começaram e que a família registrou a ocorrência. Ele frisou que ainda não tem nenhuma linha de investigação já que o crime ocorreu na manhã de hoje.

O serviço de perícia do IML foi até o local para retirar o corpo que ficou por vários minutos no meio da rua próximo ao veículo da vítima. Ele foi identificado após a localização de sua filha que reconheceu o corpo já que a polícia não conseguiu encontrar os documentos pessoais do professor.

A vítima era natural de Novo Acordo. Um dos conhecidos contou ao Conexão Tocantins que a vítima tem três filhas mas assumiu recentemente a homossexualidade. "Nunca ouvi falar de uma briga dele, é um cara que nunca se envolveu com drogas", relatou o conhecido. O professor morava na 1104 Sul.