Polí­tica

Foto: Divulgação

Entre esta segunda-feira, 14, até 19 de outubro, acontecerá no município de Itacajá, no norte do Tocantins, a 9ª Feira Krahô de Sementes Tradicionais. É a oportunidade do encontro de vários povos indígenas de fazer a troca de sementes como uma espécie de intercâmbio entre as comunidades e também uma forma de conservação local delas.

Durante a feira cada etnia leva as variedades que são cultivadas nas aldeias. Depois, os povos trocam as sementes entre si para diversificar suas plantações. “Sementes tradicionais como milho, feijão, mandioca, fava, inhame, batata, do consumo dos povos. É uma forma de motivar a preservação da cultura indígena. Pesquisadores, professores e outros interessados na tradição terão a oportunidade de acompanhar e contribuir com o evento”, disse a deputada federal Dorinha Seabra Rezende (Democratas/TO), que é defensora das causas indígenas dentro da Câmara.

O superintendente estadual da Fundação Nacional do Índio (Funai), Cleso Fernandes, informou que são esperadas cerca de três mil pessoas no evento, dentre indígenas de 30 etnias de todo o Brasil e cinco de outros países. Segundo Fernandes, a Aldeia Kapey, local do evento, fica a 22 km de Itacajá e é de fácil acesso tanto via estrada quanto avião de pequeno porte.