Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Civil chegou a um suspeito de ter assassinato o professor Arione Pereira leite, de 56 anos, na semana passada. O suspeito, conforme informou o delegado da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), João Sérgio Kenupp, é Elias Araújo Jardim, de 20 anos, que seria inclusive garoto de programa.

O jovem, que está foragido, pode ter matado o professor para roubá-lo, segundo suspeita a Polícia. Um mandado de prisão deve ser expedido contra o suspeito segundo informou o delegado.

A Polícia chegou ao nome do suspeito após depoimento de testemunhas que relataram que ele sempre estava na companhia do professor.

O corpo de Arione foi encontrado perto do seu carro com uma lesão no crânio. De acordo com a Polícia Militar (PM), a pedra usada no crime tinha cerca de 15 cm de diâmetro. Os documentos da vítima não foram encontrados. O crime chocou os moradores da região e familiares que relataram que a vítima não tinha envolvimento com álcool nem drogas.

Natural de Novo Acordo no Tocantins Arione era professor de letras e trabalhava na Escola Municipal Aurélio Buarque. Ele tinha três filhas e recentemente assumiu a homossexualidade.