Campo

Foto: Madson Maranhão

A chegada da chuva e o consequente aumento da umidade não trazem apenas alegrias para o produtor rural. É neste período que hortaliças, especialmente as folhosas, mais sofrem com doenças fúngicas e bacterianas. Segundo o supervisor de Desenvolvimento Vegetal da Secretaria Estadual da Agricultura e Pecuária (Seagro), José Américo Vasconcelos, algumas medidas simples podem evitar prejuízos.

Conforme Vasconcelos, a primeira alternativa é escolher variedades de hortaliças mais resistentes a doenças. “Selecionar material para cultivo que seja menos vulnerável ao clima úmido é o primeiro passo que o produtor deve adotar para manter uma produção contínua e sem prejuízos”, afirma.

Outro cuidado é manter o plantio sob plástico ou sombrite, reduzindo a incidência direta da água da chuva nas hortaliças. “Na seca, a irrigação é controlada. Fazer a proteção do cultivo permite que, mesmo na chuva, seja possível controlar a irrigação e reduzir a umidade, garantindo que mesmo na entressafra seja possível produzir”, ressalta, lembrando que, no período chuvoso, a produção de hortaliças pode reduzir em 50%, devido a problemas de manejo. (Ascom/Seagro)