Polí­tica

Foto: Divulgação

Atendendo ao requerimento de autoria do deputado republicano César Halum (PRB/TO), a Câmara dos Deputados promoveu Sessão Solene, na manhã desta segunda-feira, 11, em homenagem ao 55º aniversário de Araguaína, segunda maior cidade do Tocantins. A solenidade contou com a presença do prefeito do município, Ronaldo Dimas, dos senadores João Ribeiro e Vicentinho Alves, da deputada Dorinha Seabra Rezende e do presidente da Câmara Municipal de Araguaína, vereador Marcus Marcelo. 

Halum destacou os homens e mulheres que dedicaram suas vidas para construir a história da cidade. “Foram inúmeros os pioneiros que inflaram de perspectivas gloriosas os destinos de Araguaína, mas não poderia deixar de mencionar o exemplo do meu querido pai, senhor Nahin Hanna Halum, que chegou em 1972 ao município. Com grande força e inteligência ele abriu um comércio denominado “Casa Mundial” e, unido aos demais comerciantes, fundou a Associação Comercial do Município, cujo prédio sede atualmente leva o seu nome”, afirmou emocionado o deputado. 

Em seu pronunciamento, o senador tocantinense João Ribeiro enalteceu o trabalho do deputado César Halum a favor do município de Araguaína e parabenizou o deputado pela iniciativa da homenagem. “É com muita alegria que estou aqui, hoje, prestando essa homenagem à minha querida Araguaína. Reconheço e acompanho o trabalho do deputado Halum pela cidade e por Tocantins desde que ele era vereador. Vossa Excelência está de parabéns pela iniciativa desta homenagem”, elogiou. 

O prefeito de Araguaína também agradeceu a homenagem e destacou os recursos destinados, por ele, como fundamentais para o crescimento do município. “O deputado destinou 12 milhões de suas emendas individuais para o projeto cuja proposta é a construção de uma ponde sob o Lago Azul que ligará Araguaína ao bairro Nova Araguaína, onde serão construídas  3500 casas.

Além dos pronunciamentos, o evento contou com apresentação da cantora e professora da rede municipal de ensino, Glauciana Chuary, que cantou o Hino de Araguaína e o Hino Nacional Brasileiro.

Halum enfatizou que toda a bancada tocantinense no Congresso foi convidada para estar presente na Sessão, entretanto algumas pessoas confirmaram, mas por motivos de força maior não puderam estar presentes.