Estado

Foto: Divulgação

Servidores municipais dos quadros da Saúde, Educação e Quadro Geral de Taguatinga, região Sudeste do Estado, iniciaram nesta segunda-feira, 11, uma greve geral conjunta por tempo indeterminado. Eles cobram da Prefeitura Municipal o pagamento dos salários atrasados de novembro, dezembro e 13º salários de 2012 dos funcionários do quadro da Saúde e pagamento dos salários atrasados de dezembro e 13º de 2012 para os servidores do Quadro Geral.

Nesta manhã, os servidores realizam caminhada pelas principais ruas da cidade como forma de chamar a atenção e pedir apoio da comunidade e do comércio para as suas reivindicações.

Os servidores de Taguatinga tentam há vários meses receber os pagamentos e 13º salários atrasados, mas até agora não tiveram nenhuma resposta da administração municipal. Ainda nesta manhã, serão protocolados ofícios no Fórum da cidade e no Ministério Público Estadual, relatando a situação vivida pelos trabalhadores.

Além do recebimento dos atrasados, as outras reivindicações dos servidores municipais de Taguatinga são: elaboração do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração, atualização do Estatuto do Servidor e atualização do Regime Próprio de Previdência Social, o TaguaPrevi. 

Sobre a situação, o diretor regional Sudeste do Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (SISEPE-TO), Dimar Crisóstomo Barbosa, afirmou que “os servidores estão abertos à negociação, mas até agora não houve nenhuma contraproposta fa gestão municipal em relação às reivindicações”.  (Ascom Sisepe)