Estado

Foto: Aldemar Ribeiro

O governador Siqueira Campos voltou a cobrar, nesta quarta-feira, 13, a construção de eclusas e hidrovia no Rio Tocantins. Segundo ele, essas obras são vitais para o desenvolvimento de regiões do País. “Nós não podemos mais ficar sem hidrovia! Perdemos competitividade pelo alto custo do transporte rodoviário. Nós temos que ter essa hidrovia para levar nossa produção para o Porto da Vila do Conde, em Belém. Isso é fundamental para o desenvolvimento do centro-oeste e do norte do País”, disse.

Além das eclusas, o governador reforçou o que vem solicitando em audiências e contatos com membros do governo federal, inclusive com a própria presidente Dilma Rousseff. “Nós temos que duplicar as rodovias, temos que fazer entrar em operação a Ferrovia Norte-Sul e construir a hidrovia, as eclusas e resolver o problema do Pedral do Lourenço [aprofundamento do trecho do Rio Tocantins, perto de Itupiranga (PA), que é crucial para a navegação de embarcações de grande porte]”, disse.

Estudo da Confederação Nacional do Transporte (CNT) aponta que se o transporte fluvial fosse utilizado o país geraria economia anual de R$ 4 bilhões. Atualmente, conforme a CNT, apenas 7% das cargas são transportadas por hidrovias.

O governador Siqueira Campos afirmou que destacou para acompanhar o desdobramento e fazer gestão em órgãos federais alguns de seus secretários, ligados diretamente às áreas de produção, infraestrutura e relações políticas. Entre eles, estão envolvidos no trabalho de buscar junto a órgãos federais a viabilidade do projeto os secretários Jaime Café (Agricultura), Paulo Massuia (Desenvolvimento Econômico), Kaká Nogueira (Infraestrutura) e Eduardo Siqueira Campos (Relações Institucionais). “São gestores que têm a incumbência de promover todos os esforços para que o Estado atue no trabalho de ajudar a viabilizar esse projeto”, disse. (ATN)